Cartão de Crédito, Travel Money ou Dinheiro?

Oi Amores!!!

Hoje vamos falar sobre a diferença de fazer as suas compras (ingressos, hotel, carro, alimentação e etc.) em cartão de crédito, travel money ou em cash (papel moeda, “dinheiro vivo”).

Essa é uma questão importante para quem se preocupa em fazer economia na viagem.

Quer descobrir qual vale mais a pena?

Então vamos fazer umas continhas.

Antes de falarmos sobre valores, é importante lembrar que compras realizadas na Flórida, devem ser acrescida da taxa de 6, 5%.
Esse é o valor do imposto sobre tudo que for comprado (ingressos, alimentação, gasolina, compras e etc.).

Nas três opções listadas abaixo, o imposto de 6,5% será acrescido no valor final.

 

1) Papel Moeda (Cash)

winning-money
imagem retirada da internet.

Você paga o valor do dólar do dia que faz a compra na casa de câmbio e paga um IOF* (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros) de 0,38% (o governo aumentou essa taxa para 1,1%) sobre o valor comprado.

Tudo que pagar com dinheiro, só será acrescido a taxa de 6,5% do imposto sobre todas as compras feitas na Flórida.

Antes de viajar, você já pode separar todo o dinheiro que vai ser gasto e ao final, volta sem nenhuma dívida para pagar.
Isso é ótimo, né?!

Por exemplo: Se você fizer uma compra de US$10,00, supondo que pagou R$3,10 no dólar (+ o IOF), e já com o imposto da Flórida, essa compra vai sair para você por R$33,15.

Temos um vídeo no nosso canal  do YouTube falando sobre como guardar o seu dinheiro, caso opte por levá-lo em cash.

E outro vídeo falando sobre a forma mais segura de andar com esse dinheiro todo.

* IOF é um imposto Brasileiro

2) Cartão de Crédito

 

cartoessegredo
imagem retirada da internet.

No cartão de crédito você não paga o valor do dólar do dia da compra e sim do dia que fecha a sua fatura (99% das bandeiras funcionam dessa forma). E isso pode ser bom ou ruim.

Por exemplo: Você efetuou uma compra de US$10,00 no dia 05/05 e o dólar estava R$3,10. O valor do dia da compra, já com o imposto, seria R$33,15.

Vamos supor que a sua fatura feche no dia 25/05 e, nesse dia, o dólar está R$3,50.
O valor total, já com o imposto, seria R$37,30.

Uma diferença de R$4,10 reais em uma compra de valor muito pequeno ($10,00). Com certeza você fará compras de valor mais expressivo e, no total, a diferença será bem grande.

Além disso, toda compra internacional feita no cartão de crédito, tem a adição de 6,38% do IOF.
Ou seja, 6,38% a mais nos dois valores citados acima.
A mesma compra de US$10,00, com o imposto da Flórida, IOF + a variação do dólar (valor aleatório) do nosso exemplo, sairia por: R$39,70.

R$6,55 a mais que seria gasto se o pagamento fosse feito em cash.

Agora a pergunta é: Quem vai para Orlando e gasta só US$10?
Você gasta US$100, US$1000, US$10.000 (para uma família grande)…. e essa diferença de valor vai crescendo para R$65,50, R$655,00, R$6.550,0…..

Ou seja, para o no exemplo citado acima, a cada US$1.000,00 dólares gastos no cartão de crédito, você vai pagar R$655,00 a mais do que se tivesse feito a compra em dinheiro.

Vale a pena?
Só você pode decidir!

*Também existe a possibilidade do dólar estar mais barato no dia do fechamento da sua fatura e o valor ficar menor.
É contar um pouco com a sorte e a situação financeira do nosso País.

 

3) Cartão Travel Money

 

vtm
Imagem retirada da internet.

 

O cartão Travel money é uma junção dos dois exemplos citados acima.
Você paga o valor do dólar do dia que fez a compra na casa de câmbio, mas paga um IOF de 6,38% em cima do valor comprado.

O lado bom é que não existe a possibilidade do susto com a fatura do cartão de crédito na volta da viagem. O valor que você pode gastar é aquele que está no cartão e pronto.

O lado ruim são os 6,38% de IOF que você paga pela compra do dólar quando poderia estar pagando 0,38%.

Para o nosso mesmo exemplo citado acima, com o dólar sendo comprado a R$3,10 e colocado no travel money, a mesma compra de US$10,00, já com os impostos, vai custar a você R$35,12.

R$1,97 mais caro que o que seria pago comprando cash.

Não é tão ruim quanto o cartão de crédito, mas faz uma diferença significativa se você pretende gastar muitos dólares.

 

Concluindo

Com os valores fictícios que usamos, para a mesma compra de US$10,00, o custo real para você seria:
– Em cash: R$33,15
– Travel Money: R$35,12.
– Cartão de crédito (com variação aleatória do dólar): R$39,70

Valores pequenos para US$10,00 de compras, mas pense em quanto faz diferença no seu bolso para valores maiores (ingressos + hotel + carro + alimentação + gasolina + estacionamento + compras).

Pense MUITO bem e escolha a melhor forma de levar o seu dinheiro.
Cada pessoa, ou família, vai se adaptar melhor a um método citado acima e todos são válidos pois o principal são os momentos inesquecíveis vividos naquela Terra Mágica.

 

 

Gostou das informações? Então compartilhe com os seus amigos.

Não deixe de ver nossos outros posts sobre: 12 dicas para economizar em Orlando, ligando de graça para a Disney e 10 dicas para evitar filas nos parques.

Veja também outros posts sobre a Novidades aqui

Não esqueça de curtir nossa Fanpage, seguir no Instagram e de se inscrever no nosso canal do YouTube.

  • Nós vendemos ingressos para os parques com preços super competitivos e desconto para pagamento à vista. Não compre seu ingresso sem cotar conosco antes pelo falecom@planejeorlando.com.br
  • Vai viajar e precisa de moeda estrangeira? Fale com o nosso parceiro e ganhe desconto na compra sendo seguidor do Planeje Orlando
  • Quer ficar conectado durante toda a sua viagem? Nós vendemos chip internacional pra você ficar 24h online.
  • Conheça o nosso serviço de Roteiro Personalizado, que planeja passo a passo a sua viagem. Solicite o seu orçamento pelo falecom@planejeorlando.com.br

 

Beijú, Tchaú.